Todo mundo nos pergunta Quanto custa uma volta ao mundo, e no nosso quarto mês de viagem foi todinho na Tailândia e, contrariando todas as expectativas, este está sendo um dos países com maiores gastos.

Se por um lado o custo de vida na terra dos sorrisos não é alto e é possível fazer uma viagem bem bacana gastando menos do que você gastaria se fosse no Brasil; por outro, o orçamento é bem reduzido e acabamos nos permitindo alguns luxos e mais passeios que em outros lugares.

Se você ainda não leu os posts financeiros anteriores, dê uma olhadinha em como foi o primeiro, o segundo e o terceiro mês da nossa viagem, antes de seguir. 

Vamos ao que interessa: Quanto custa uma volta ao mundo?

Alimentação

Nesse mês, gastamos com alimentação 316,97 dólares, o que representa 10,57 dólares por dia ou menos de 40 reais por dia para nós dois. E quando digo alimentação, isso inclui todas as garrafinhas de água, biscoitos (tem um same same do Óreo que vende na 7 Eleven a 1 real o pacote!), frutas e sucos, além de café da manhã, almoço e jantar.

Quanto custa uma volta ao mundo - alimentação

Vale dizer também que a única vez que cozinhamos na Tailândia foi quando fizemos uma aula de culinária em Krabi. Diferente do nosso período pela América – que íamos no mercado comprar os ingredientes e cozinhávamos no hostel ou no airbnb – por aqui vivemos de comida de rua e um pão com atum de vez em quando.

Em Bangkok, nosso café da manhã preferido, perto da Khao San Road, era um sanduiche gigante de baguete, um potão de salada de frutas com iogurte e granola e um suco. Dividíamos tudo em 2 e saíamos do restaurante super satisfeitos tendo gasto apenas 120 bahts (12 reais). Quando batia a preguiça de ir até o restaurante ou estávamos sem tempo, o café da manhã era misto quente e uma bebida da 7 Eleven, por 75 bahts (7,50 reais).

Para o almoço e jantar, um dos nossos pratos preferidos é o famoso pad thai. Na Khao San, pagávamos 40 bahts cada, ou seja, uma refeição para duas pessoas por 8,00 reais! Nas praias, o preço do pad thai aumentou consideravelmente e pagávamos por volta de 90 bahts para cada. Outros pratos, como o fried rice pineaple with chiken (um arroz delicioso, muitas vezes servido dentro de um abacaxi) e o panang chicken (um tipo de curry vermelho com frango) saíam entre 100 e 120 bahts.

LEIA TAMBÉM:   Mini roteiro pela América

Transporte

Nosso gasto médio diário com passagem está em 19,48 dólares e é definitivamente o nosso maior problema no orçamento.

Para quem não se lembra, na nossa planilha consideramos os gastos que já tivemos com passagem e os valores que esperamos pagar nas passagens futuras. Esse valor, dividido pelo número de dias da viagem, é o nosso custo diário médio com passagens e que hoje representa quase 40% do nosso orçamento.

Por isso, estamos repensando um pouco nosso roteiro e possivelmente iremos excluir alguns lugares para conseguirmos reduzir esse custo.

Já com o transporte dentro das cidades, como ônibus, barco, Uber e aluguel de scooter, gastamos no quarto mês 76,74 dólares. Em Bangkok, o Uber pode ser uma boa opção – definitivamente preferimos mais que taxi ou tuc tuc, mas é preciso ficar atento porque alguns motoristas tem dificuldade em entender  o mapa. Já nas praias, uma ótima ideia para quem sabe pilotar moto é alugar uma scooter, já que a diária custa entre 150 e 200 bahts (isso mesmo, 15 a 20 reais!) mais a gasolina. Porém, é interessante ter a carteira internacional de habilitação ou, pelo menos, andar com a habilitação do Brasil: fomos parados em duas blitz em Phuket e, por pouco, não tivemos que pagar multa.

Hospedagem

Talvez o nosso maior erro de planejamento da viagem tenha sido reservar grande parte da hospedagem na Tailândia antes de sair do Brasil.

Pensa só: um casal planejando uma longa viagem pela primeira vez resolve passar a alta temporada na Tailândia e, com medo dos lugares ficarem cheios, faz as reservas dos hotéis. A mocinha dessa história nunca tinha mochilado, não conhecia hostels e, de repente, vê hotéis que parecem bem legais, na praia, com diárias equivalentes a 60 ou 80 reais. Super barato ne?

Quanto custa uma volta ao mundo - hospedagem

Mas quando seu orçamento de 50 dólares por dia já tem 40% comprometido com passagem, você não pode se dar ao luxo de pagar 20 dólares na diária do hotel! Fora que, depois de 3 meses mochilando pela América, a mocinha já sabia que quase não fica no hotel e não precisa de luxo – apenas uma cama confortável, banheiro limpo e wifi.

LEIA TAMBÉM:   Central América 4

Gastamos 507,81 dólares em hospedagem, uma média de 17 dólares por dia ou pouco mais de 60 reais. Pensando numa situação normal, de férias, é um preço excelente. Pra gente, foi um gasto bem acima do necessário, mas não sabíamos disso na época que fizemos a reserva.

Turismo

Diferente também da América, não economizamos muito com turismo na Tailândia. Claro que não fizemos todos os passeios que tínhamos vontade, isso seria totalmente inviável, mas abrimos um pouco a mão e gastamos 235 dólares.

O valor não foi mais alto porque tivemos a sorte de ir em Ayutthaya numa época em que os templos estavam com entrada gratuita e, também, porque fomos convidados pelo Morning Mist Resort para ir a Khao Sok (então não pagamos pelo passeio incrível que fizemos lá) e pela Ya, para fazer a aula de culinária tailandesa.

Em Bangkok, os passeios que mais gostamos foram os tradicionais Grand Palace (500 bahts por pessoa) e o Wat Pho, o Templo do Buda Reclinado (50 bahts por pessoa).

Já a partir de Koh Lanta, fizemos dois passeios que indicamos muito: o 4 island, que curtimos muito, mesmo com nosso celular indo parar no fundo do oceano (618 bahts para cada) e o acampamento em Koh Rok, um pedaço do paraíso no sul da Tailândia (2.110 bahts para cada).

Ainda conhecemos Bamboo Island, Monkey bay, Phi Phi e Maya Bay por 775 bahts por pessoa, num passeio feito a partir de Krabi.

Total dos gastos de uma volta ao mundo (mês #4)

Somando tudo isso com outros gastos que tivemos (produtos de higiene, cartão de memória, celular novo…) chegamos ao total no mês de 1.927,51 dólares, uma média de 64,25 dólares por dia.

Quanto custa uma volta ao mundo

Pensando friamente, todos os gastos de um mês para duas pessoas, viajando e passeando, totalizarem 7.131 reais parece um ótimo valor. Mas nós queremos voltar para a nossa meta de 50 dólares por dia, então no quinto mês temos que dar uma reduzida nos custos.

1 Comment

  1. Ana Silvia Reply

    Eu fico impressionada com os relatos de preços na Tailândia. Comida, hospedagem, aluguel de veículos: tudo muito barato comparado com nossa realidade no Brasil.
    Mesmo ultrapassando o planejamento, média de 65 dólares para o casal é bem baixa, ainda mais considerando todas as experiências incríveis que vocês tiveram nesse mês.

Write A Comment