Até pouco tempo, a Nicarágua era um país pouco procurado por turistas, talvez pela instabilidade política e guerras civils, ou por ser ofuscada pela fama de sua vizinha, Costa Rica. Mas agora, Nica (como é carinhosamente conhecida) já faz parte do roteiro da maioria dos visitantes que desbravam a América Central e Ometepe é um dos destinos mais buscados.

A ilha fica no maior lago da América Central, então não é atoa que o Lago Nicarágua é também conhecido como Mar Dulce. Chegar em Ometepe já é uma pequena aventura, já que é preciso pegar um barco ou um ferry, em uma viagem que demora 1 hora quando partindo do porto San Jorge.

balsa para ilha de ometepe

Ometepe é uma ilha cheia de atrativos e não faltam atividades para preencher o dia, mas se sua passagem por lá for curta, é preciso escolher com cuidado para conhecer o máximo possível. Então veja abaixo nossas dicas para aproveitar 3 dias e conhecer um pouco das belezas dessa ilha:

Primeiro dia

Para quem quer uma vista de 360 graus da Ilha de Ometepe e está e tem um bom preparo físico, um ótimo passeio é fazer um hiking no Vulcão Concepción. Porém não espere moleza, pois essa trilha não é das mais fáceis, mesmo fazendo apenas o trecho até o mirante, que dura aproximadamente cinco horas. E, caso opte por ir até o topo do vulcão, o trajeto fica ainda mais íngreme e difícil, aumentando três a quatro horas na duração. A vista, como já se pode imaginar, é linda, mas é preciso sorte para que a neblina não tampe tudo.

Para fazer todo o passeio (guia + ônibus + entrada no parque), pagamos o equivalente a 14 Dólares por pessoa. Porém, é preciso pesquisar e negociar bastante para conseguir um guia por 10 Dólares.

vulcão concepción em ometepe, nicaragua

Segundo dia

Depois do trekking do dia anterior, nada melhor que descansar enquanto curte as belezas de Ometepe. Você pode fazer esse passeio contratando um táxi, mas nós optamos por alugar uma scooter e foi muito divertido! Pagamos 12 Dólares pela locação, mais a gasolina (aproximadamente 4 Dólares).

LEIA TAMBÉM:   O que fazer em Hanói durante o Tet

A primeira parada é o Ojo de Agua, uma piscina natural de águas cristalinas que vem de um rio subterrâneo desde o vulcão Maderas. Para entrar, paga-se o equivalente a 3 Dólares. Como esse é um destino muito frequentado por locais, aos finais de semana ele pode estar bem cheio, principalmente no período da manhã.

Depois, que tal conhecer uma verdadeira praia de mar doce? A Playa San Domingos é uma boa pedida, com opções de restaurantes para almoço (inclusive comida vegetariana). Se já não fosse incrível estar em uma espécie de mar calmo, com ondinhas bem suaves, e sem sal, ainda tem uma lista vista para o vulcão Maderas.

Por volta das 15 horas, você já deve ir para o último destino do dia: a Punta Jesus Maria. Além de ser outra praia de água doce, é um ótimo lugar para assistir o por do sol.

por do sol na punta jesus maria

Terceiro dia

Já descansado do hiking no vulcão Concpción, que tal um trekking até uma cachoeira? Então alugue novamente uma scooter (você pode negociar dois dias de locação e, com isso conseguir um desconto) e vá para a Cascada de San Ramón, uma queda d’água no vulcão Maderas. A caminhada até a cachoeira demora entre uma hora e meia a duas horas, partindo da Estación Biológica, mas é bem leve.

Na parte da tarde, recomendamos um caiaque ou uma cavalgada, que devem ser agendados com antecedência em uma das várias agências de turismo da ilha.

cachoeira san ramon em ometepe

Se você ficou com vontade de conhecer Ometepe, programe sua viagem para o quanto antes: caso a construção do canal – ligando os oceanos Atlântico e Pacífico – for concluída, um trecho de 88Km irá atravessar o Lago da Nicarágua, gerando vários impactos à região.

Write A Comment