Udaipur é conhecida como a cidade mais romântica da Índia e alguns chegam a chamá-la de “Veneza do Oriente” em razão dos seus vários lagos. Apesar de nos parecer um exagero compará-la a Veneza, jantando à meia luz no restaurante que fica no rooftop do hotel, com vista para o lago Pichola e o City Palace iluminado, conseguimos entender o título de cidade mais romântica.

Como chegar em Udaipur

Nós chegamos em Udaipur de avião, depois de quatro dias em Mumbai. Porém, caso você já esteja no Rajastão, talvez chegue na cidade de ônibus ou trem.

Para sair do aeroporto de Udaipur, conectamos no wifi gratuito (por algum motivo, nosso plano de dados não estava funcionando) e pedimos um Uber. A corrida demorou cerca de 40 minutos e pagamos 350 rúpias (18 reais).

Como ficamos super bem localizados, não precisamos de pegar nenhum transporte para os passeios que fizemos. Caso você precise, além do Uber existe muita oferta de tuc tuc pela cidade, basta negociar! Uma boa ideia, caso queira pegar tuc tuc mas não pagar em excesso, é perguntar o valor justo na recepção do hotel ou consultar quanto seria se pedisse um Uber.

Onde ficar em Udaipur

Udaipur conta com mais de 200 hotéis e, com tantas opções, pode parecer um pouco difícil escolher o melhor lugar para se hospedar. Mas, na verdade, não é tão complicado assim: a melhor região para ficar em Udaipur é perto do Lago Pichola. Hospedando por ali, você conseguirá ir às principais atrações e restaurantes à pé.

Nós ficamos no Banjara Hostel, que fica pertinho do Jagadish Temple, uma das principais atrações de Udaipur. O hostel fica num prédio super antigo, com mais de 100 anos, mas já foi expandido e atualmente seu interior está sendo todo renovado.

O Banjara conta com quartos privativos e coletivos, cada um com uma decoração e estilo diferente.

O restaurante do hostel no rooftop é um atrativo a parte. Ele fica a partir do quinto andar do prédio – que tem elevador 🙂 – e são três andares de restaurante. No último andar, com a vista mais privilegiada e toda privacidade do mundo, fica apenas uma mesa. Nem precisamos dizer o tanto que ela é disputada, ne?

Quanto dias ficar em Udaipur

Dois dias inteiros são suficientes para conhecer as principais atrações da cidade. Mas, se tiver mais tempo, você pode reservar três ou até mesmo quatro dias.

O que fazer em Udaipur

City Palace

Atração mais famosa de Udaipur, o City Palace conta com uma arquitetura cheia de detalhes, salas com pinturas e decorações super bacanas e uma vista linda da cidade e do lago Pichola.

LEIA TAMBÉM:   Como montar um roteiro pelo Vietnã

Onde ficar em UdaipurO palácio começou a ser construído pelo Maharaja Udai Singh II em 1559 e continuou sendo ampliado por cerca de 400 anos. Ainda hoje, parte do palácio funciona como residência da família do Maharaja.

Horário: das 09:00 às 17:30
Valor: a entrada custa hoje 250 rúpias (12 reais) e, para poder tirar fotos dentro do palácio você deve comprar uma permissão no mesmo valor.

Passeio de barco pelo lago Pichola

O Pichola é o maior dos lagos artificiais de Udaipur e o mais queridinho. É em torno dele que se concentram as melhores hospedagens e restaurantes, além do próprio City Palace. Uma de suas ilhas é ocupada pelo Taj Lake Palace, que antigamente servia como residência de verão do Maharaja e hoje é um dos hoteis mais luxuosos do mundo.

Passear de barco pelo lago é uma ótima forma de ver Udaipur por outro ângulo e você pode iniciar o passeio de duas formas.

O passeio mais tradicional sai do Rameshwar Ghat, que fica dentro do City Palace. Esse tour dá a volta pela ilha Jagniwas e vai até a ilha Jagmandir, onde os visitantes podem descer do barco e tomar um drink em um restaurante com uma super vista para o City Palace. Pelo que nos falaram, esse passeio é mais caro e mais disputado no período da tarde, já que as pessoas querem ver o por do sol do lago.

Nós fizemos o passeio de barco que sai de de Lal Ghat. Além de ficar pertinho do nosso hotel, nos falaram ser mais barato que o barco que sai do palácio.

Horário: 09:30 às 19:00 (duração do passeio: 30 minutos)
Valor: 300 rúpias por pessoa (barco para até 5 pessoas, mas existem outras opções)

Jagadish Temple

O  Jagadish é um templo hindu, construído por ordens do Maharaja em 1651. O templo é gigante e muito sagrado para os hinduístas, então não é permitido tirar fotos na parte de dentro.

Jagadish Temple udaipur

A arquitetura do templo é impressionante, as paredes externas são formadas por milhares de esculturas! Quando for visitar Jagadish, reserve um tempo para admirar esse trabalho super detalhado dos escultores.

Valor: entrada gratuita.

Espetáculo de danças típicas e fantoches no Bagore ki Haveli Museum

Fomos à apresentação da Darohar Folk Dance sem saber exatamente o que esperar e tivemos uma ótima surpresa. Para começar, o cenário é lindo! A apresentação é feita na parte externa do museu, uma construção antiga que dá todo o charme e dispensa qualquer outra produção.

São diversos estilos de danças, cada uma de uma região da Índia. Algumas vezes as dançarinas usam ajudam a compor a música com instrumentos de metais que tocam enquanto dançam; em outros momentos, nos deixaram impressionados com o equilíbrio de objetos. Além disso, uma divertida apresentação de fantoches fechou a noite com chave de ouro.

LEIA TAMBÉM:   Jaipur, a cidade rosa

Apesar de parecer um programa bem de turista, tinham vários indianos na plateia e todo mundo pareceu adorar.

Horário: Todos os dias das 19:00 às 20:00 (mas vale a pena chegar às 18 horas para garantir um bom lugar na plateia)
Valor:  150 rúpias para entrar e, para poder tirar fotos dentro do palácio você deve comprar uma permissão no mesmo valor.

Assistir ao por do sol no rooftop

Você não deve ir embora de Udaipur sem assistir o sol se por em um dos restaurantes que ficam perto do Lago Pichola. Do alto dos prédios quase não se escuta as buzinas e o caos típico das cidades da Índia, e você consegue relaxar e curtir o momento, vendo o sol pintar de dourado o lago, o palácio, os templos e a montanha.

Outros passeios

Udaipur tem muito mais a oferecer do que os programas que conseguimos fazer. Então se tiver mais tempo na cidade, você pode incluir em seu roteiro

  • Eklingji temple
  • Maidens Garden
  • Por do sol no Monsoon Palace
  • Aula de culinária indiana

Onde comer em Udaipur

Foi em Udaipur que começamos a realmente apreciar a culinária indiana. Comemos diversos pratos diferentes e assumimos temporariamente uma dieta vegetariana. Recebemos recomendações de evitar comer frango, ainda que em restaurantes, já que, como grande parte da população é vegetariana, pode ser que a carne esteja guardada há muito tempo. Como as opções vegetarianas costumam ser muitas e deliciosas, resolvemos adotar essa dieta.

O rooftop restaurant do Banjara Hotel foi onde mais comemos. Além da praticidade de ser o restaurante do nosso hotel, a comida é ótima, o preço é super acessível (refeição para duas pessoas com bebida por menos de 500 rúpias, 25 reais) e a vista de lá é incrível! Uma ótima opção para ver o por do sol. Ali pertinho fica o Cool Café, uma boa opção para almoço, com uma comida indiana gostosa e ótimo preço.

onde ficar em udaipur udai niwasDo outro lado da ponte, gostamos muito do Millets of Mewar, um restaurante com uma pegada bem interessante, comidas orgânicas e linda vista. Se quiser variar um pouco o cardápio, o Yummy Yoga tem opções simples mas gostosas de comida italiana.

Depois de Udaipur, seguimos viagem para Jodhpur, a cidade azul.

*Ficamos hospedados no Hotel através de uma parceria com a Travel Sense India e o Hotel Udai Niwas. Este review representa a nossa experiência e seu conteúdo é autentico e imparcial. 

Write A Comment